2.4.10

100 anos de Chico Xavier


Em comemoração ao centenário de Chico Xavier, o A Tarde fez uma série de reportagens durante a semana sobre o mais famoso médium brasileiro, contando episódios da sua vida e a importância da obra que deixou.

Centenário de Chico Xavier, um homem que dedicou a vida ao próximo

Ele costumava dizer que era apenas um Cisco (ou o “Cisco do Fran”). Um Cisco que se espalhou pelos olhos de toda uma geração e até hoje continua a deixar suas marcas. Um Cisco que ultrapassou crenças e racionalismos, incomodou muitos olhos desconfiados, misturou-se às lágrimas dos mais emocionados e seguiu sua missão na Terra. Ele é Chico Xavier, o Cisco: o mais importante médium do Brasil, difusor da prática da caridade e um dos mais renomados líderes espíritas do mundo.

Nascido no interior de Minas Gerais, na cidade de Pedro Leopoldo, em 2 de abril de 1910, Francisco de Paula Cândido (seu nome de batismo) completaria 100 anos na próxima sexta-feira (coincidência ou não, Sexta-feira Santa). O centenário de Chico Xavier será marcado por uma série de comemorações realizadas por todo o Brasil. Chico Xavier faleceu aos 92 anos, vítima de uma parada cardíaca, no dia 30 de junho de 2002, em Uberaba, cidade do interior de Minas Gerais onde Chico morou durante 63 anos.

Foram dois dias de velório na sede do Grupo Espírita da Prece, centro fundado por ele em 1975 e mantido até os dias atuais pelo filho adotivo, Eurípedes Humberto Higino dos Reis. Mais de 30 mil pessoas acompanharam o cortejo ao Cemitério São João Batista, onde o médium foi enterrado.

Continue lendo em A Tarde Online

Nenhum comentário: