3.9.06

Um porto...

Talvez exista um lugar onde podemos dizer que é um porto seguro, mas as vezes o que queremos mesmo é ir ao encontro de um porto... Seja ele seguro, ou não.

Quando saimos sem sentido, sem saber pra onde ir, queremos encontrar o que nos dá norte. Buscamos até aquilo que não queremos ver.

Aí fica assim... tudo muito parado, a rua não se move, o cadarço desamarrado, cabelos esvoaçados, idéias fluindo, viagens que nos levam para outras dimensões quando paramos o olhar num pontinho imaginário bem na nossa frente... pensando em nada.

Só assim... Fico assim... Sou assim...

Volta e meia, meus olhos olham tudo a minha volta em busca do que se perdeu mas que eu nem sei o que é. Estava tudo tão bom qntes de sair de casa. Mas, não tão bom o quanto se eu encontrar o meu porto, que ainda não seja o seguro, mas que seja o meu porto.

2 comentários:

Társis Valentim disse...

eu tenho uma música que tem o seguinte refrão.

"estou seguindo o meu caminho
não sei onde vou parar
só sei que qualquer coisas
será melhor do que está"

sejá lá qual for o destino, içamos as velas!

Társis Valentim disse...

o meu dicionário tem!

malungo

n substantivo masculino
1 aquele que participa das atividades, das amizades, do destino etc. de outro; camarada, companheiro, parceiro
2 título por que se tratavam reciprocamente os escravos africanos que tinham vindo da África na mesma embarcação
3 Regionalismo: Brasil.
irmão colaço ou de criação
4 indivíduo nascido no mesmo ano, mês, dia e, se possível, hora, que outra pessoa